Níveis

Com a finalidade de oferecer um ensino direcionado à necessidade de cada aluno, a Escola de Dança Rafael Thomé, divide suas turmas por níveis, na forma a seguir:

Níveis

NÍVEL INICIANTE – Este nível é indicado para os casos de primeiro contato com a dança de salão em geral.

No módulo de dança de salão este nível, o aluno aprende as diferenças de cada ritmo ministrado na Escola de Dança Rafael Thomé, com um “ciclo”* rápido composto de duas aula por modalidade (Forró, Samba de Gafieira, Bolero e Rock), normalmente a duração deste nível é de aproximadamente dois ou três meses.

Na turmas especificas, este “ciclo”* é menor ainda, uma vez que na turma especifica trabalha-se apenas o ritmo proposto, ex.: apenas salsa, zouk etc.

*O ciclo refere-se ao período em que determinado ritmo é trabalhado sequencialmente, antes de ser transposto para outro ritmo. O ciclo é concluído, depois que as quatro principais modalidades são trabalhadas, momento em que retomam ao primeiro ritmo novamente, iniciando, desta forma, um novo ciclo.

 

NIVEIS BÁSICOS: Indicada para àqueles que buscam saber o suficiente para freqüentar os bailes sem medo de “enfrentar o salão”.

·      Nível básico I – Nessa etapa, cada um dos ritmos começa a ser trabalhado os primeiros passos.

·      Nível básico II – Nesse nível se intensificam os trabalhos com foco nos movimentos e no ritmo.

·      Nível básico III – Nessa fase, quesitos como postura e técnicas de condução para os cavalheiros, assim como, de sensibilidade condutiva para as damas são observados.

 

NIVEIS INTERMEDIÁRIOS: Para quem deseja ingressar no mundo da dança de salão. Intenções que vão desde um simples hobby até as pretensões profissionais. É o caso de monitores e assistentes em potencial.

·      Nível Intermediário I – Nesse grau de aprendizado, as aulas são mais densas que no nível anterior (básico III), aqui surge o zelo pela correção detalhada (limpeza) da postura e dos movimentos já cursados.

·      Nível Intermediário II – No intermediário II os cuidados com ritmo passam a ter especial atenção. Nessa fase, um novo aspecto da dança de salão é ensinado, a musicalidade.

·      Nível Intermediário III – Com o desempenho de movimentos mais complexos, todos os quesitos antes abordados (técnica, postura, condução, ritmo e musicalidade), são aprimorados.

 

NIVEIS AVANÇADOS: Indicado para quem já está se profissionalizando e busca o aperfeiçoamento para executar trabalhos na condição de coreógrafo (a) e/ou de professor (a).

·      Nível Avançado I – Nesse nível, postulantes a atuar como coreógrafos (as) ou professores (as), começam a adquirir conhecimento sobre as didáticas para ministrar aulas. Os detalhes de cada movimento, da postura necessária e das formas de condução são discutidos.

·      Nível Avançado II – Rico em detalhes, esse nível procura a perfeição dos movimentos além de conduções precisas e seguras. Em alguns casos, são necessárias outras atividades complementares para atender a complexidade dos passos executados.

·      Nível Avançado III – Especializações criadas para receber profissionais carentes de atualização.

 

Independente das especificidades de cada nível (postura, condução, técnica, ritmo e musicalidade), em todos serão ensinados movimentos (passos) diversos. Quanto mais elevado o nível, mais complexos ficam os movimentos.

O tempo cronológico entre um nível e outro não é descrito porque é muito variável dependo muito de cada alunos.

 


Veja também

O nosso compromisso é com a sua dança!